<=Voltar para o site
Acesso a Área Restrita
Para vizulizar os cadidatos e necessário estar logado no site
Conta:
E-mail:
Senha:
Código de Segurança:
Click on me to change image

<=Voltar para o site
Para recuperar sua senha é preciso que você informe o E-mail que foi informado no ato do seu cadastro.
E-mail:
   
Cerveja, refrigerante e couro bovino são apreendidos pela Sefa - Hora de Decidir - Por um Brasil mais justo e melhor!
Cerveja, refrigerante e couro bovino são apreendidos pela Sefa
Apreensões ocorreram no município de Floresta do Araguaia e em Óbidos.
  Matéria publicada em 08 de Junho de 2017 as 07:06:08
   Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução
Um caminhão com 3 mil garrafas de refrigerante de 2 litros e 24 mil garrafas de cerveja foi apreendido hoje (8), no município de Floresta do Araguaia, na fronteira com o Tocantins, no sudeste paraense. A apreensão foi feita por servidores da Carreira da Administração Tributária (CAT) da Secretaria da Fazenda (Sefa) lotados na unidade de mercadorias em trânsito do Araguaia.
O transportador apresentou a nota fiscal, mas foi verificado que o imposto deveria ter sido recolhido na saída da mercadoria do estado de origem, por estar enquadrada no regime de substituição tributária. A bebida saiu de Jandira, no interior de São Paulo, e tinha como destino a cidade de Parauapebas. O Termo de Apreensão e Depósito (TAD) somou R$ 11,8 mil. A mercadoria está retida a espera do pagamento do imposto.
Já no município de Óbidos, no Baixo Amazonas, os servidores da Sefa lotados na coordenação da Base Candiru apreenderam, no sábado (03), 500 peças de couro bovino, transportada em uma embarcação no Rio Amazonas. Além de viajar sem a devida nota fiscal, a mercadoria também estava desacompanhada de um documento de controle zoofitossanitário, relativo ao trânsito de produtos de origem animal e vegetal. Foi lavrado um TAD no valor de R$ 9 mil e o produto foi encaminhado para a avaliação da Adepará, que liberou a carga após a inspeção e emissão de multa.
Por ser uma área de intensa navegação, atuam na área do estreito de Óbidos equipes do Fisco estadual, Adepará, Polícia Federal, Receita Federal e Polícia Militar. A intenção das instituições é recriar na área, a unidade fluvial “Base Candiru”, para permitir uma ação integrada e aumentar o controle das mercadorias e a segurança no local.
Informações Portal ORM
 


Fonte: Portal ORM
           
Enviar Comentários.
Veja também!
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
FACEBOOK
PUBLICIDADE
Temos 86 usuarios on-line.
© Todos os direitos reservados a VIA CONECTE
Desenvolvimento PROMIX WEB
"Os justos brilharão como a luz do sol no Reino de Deus" (Mateus 13:43)