<=Voltar para o site
Acesso a Área Restrita
Para vizulizar os cadidatos e necessário estar logado no site
Conta:
E-mail:
Senha:
Código de Segurança:
Click on me to change image

<=Voltar para o site
Para recuperar sua senha é preciso que você informe o E-mail que foi informado no ato do seu cadastro.
E-mail:
   
Tribunal Superior Eleitoral suspende julgamento que cassou Simão Jatene - Hora de Decidir - Por um Brasil mais justo e melhor!
Tribunal Superior Eleitoral suspende julgamento que cassou Simão Jatene
Ministro Herman Benjamin suspeita que um dos juízes do TRE tenha ligação com Helder Barbalho
  Matéria publicada em 14 de Junho de 2017 as 10:06:55
   Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução
O ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou hoje (14) a suspensão do julgamento que cassou o mandato do governador Simão Jatene (PSDB), pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no dia 30 de março de 2017. Herman Benjamin, relator do caso no TSE, suspeita que o juiz José Alexandre Buchara Araújo, do TRE, que participou da análise do recurso eleitoral, tenha ligação com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB).
O magistrado, que votou a favor da cassação de Jatene, participou diretamente da campanha do peemedebista, segundo colocado na eleição de 2014 para o cargo. "É indene de dúvida que o juiz José Alexandre Buchara Araújo, na qualidade de ex-filiado do Partido dos Trabalhadores (PT), que por sua vez coligou-se com o Partido do Movimento Democrático Brasileiro no Pará em 2014, foi responsável por coordenar campanhas de sua grei no prélio em questão", escreveu Benjamin Herman em sua decisão.
"Ante o exposto, defiro a liminar para atribuir efeito suspensivo ao recurso especial e, por conseguinte, suspender o julgamento dos embargos de declaração", completa o deferimento.
O TRE do Pará condenou o governador Simão Jatene e o vice Zequinha Marinho, por 4 votos a 2, por terem cometido crimes de abuso do poder político e de compra de votos na distribuição de cheque moradia nos meses que antecederam a campanha eleitoral de 2014.
A acusação foi do Ministério Público Eleitoral. O governador e vice recorreram da sentença, por isso continuam nos cargos. De acordo com o TSE, a decisão será encaminhada ao TRE no Pará ainda nesta semana.
 

 
Fonte: Portal ORM
           
Enviar Comentários.
Veja também!
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
FACEBOOK
PUBLICIDADE
Temos 72 usuarios on-line.
© Todos os direitos reservados a VIA CONECTE
Desenvolvimento PROMIX WEB
"Os justos brilharão como a luz do sol no Reino de Deus" (Mateus 13:43)